Meio Corporativo

Disbiose Intestinal

A disbiose intestinal é uma doença que ocorre no trato gastrointestinal, devido a um desequilibrio da " ecologia "  que ocorre com as bactérias que povoam o nosso intestino ( chamada " flora " intestinal " ). Essa flora intestinal pode ser de boa ou má qualidade, e com isso, definir um boa ou má digestão, respectivamente. Com a presença de uma séries de situações do nosso dia a dia, á saber: uso indiscriminado de medicamentos, má qualidade de alimentação ( alimentos processados ), estresse diário e vários tipos de intoxicações ( agrotóxicos, álcool, fumo, etc ), podemos assim, promover o desequilíbrio nessa flora, e, com isto, passar a preponderar no nosso intestino as bactérias " ruins ".  Nesse caso, a capacidade defensiva do nosso organismo é prejudicada, ocorrendo uma depressão imunológica, já que 80 % do nosso sistema imune está localizado nas paredes do intestino delgado e grosso, além do que, com a presença da prisão de ventre, também ocorre o aumento da permeabilidade intestinal, ou seja,  começam a passar para a corrente sanguínea, toxinas que normalmente não passariam, e alguns “ bom “   alimentos, mesmo tendo sido digeridos,  não conseguem ser absorvidos, podendo gerar assim, a má aparência de pele, cabelo  e unhas, e também ocasionando as doenças auto-imune e alergias alimentares. Além do mais, é sabido que é no intestino que se produz vários neurotransmissores, enzimas e hormônios, entre eles um neurotransmissor chamado " serotonina " que, pode-se dizer, está relacionado á alegria de viver, daí a presença do desânimo e do mau humor. Este quadro torna-se um ciclo vicioso, pois com o desânimo, comemos mais doce,  carboidrato ( açúcar refinado ), carne vermelha e frituras ( gordura saturada ) desequilibrando cada vez mais a flora intestinal.
 
Com a presença desse estresse intestinal, aumentam a presença dos radicais livres podendo levar a doenças crônicas, envelhecimento precoce e ao aumento do peso.

Os sintomas são usualmente flatulência, alterações do ritmo intestinal, e distensão do abdôme, fadiga crônica, má aparência da pele, cabelo e unhas, retenção hídrica  o que provoca o agravamento das celulites e envelhecimento precoce e aumento do peso.