Meio Corporativo

Objetivos

1 - Identificar, o mais precocemente possível, o Estresse Oxidativo evidenciado de forma subclínica ou clínica nas diferentes fases da vida do indivíduo, ou seja, quer na gestação, na infância, na adolescência, na adultícia ou na senescência.
 
2 - Avaliar o indivíduo de maneira global, através de uma avaliação clínica(Anamnese), a mais completa possível e exames complementares necessários a cada caso.
 
3 - Analisar a bioquímica individual, identificando os biomarcadores de Estresse Oxidativo. A maioria destes biomarcadores de Estresse Oxidativo fazem parte dos exames solicitados na clínica médica diária. Portanto, a questão é ter o devido conhecimento para poder correlacioná-los com seu significado bioquímico celular/molecular, base da Medicina Ortomolecular
 
4 - Considerar as consequências na saúde das interações do Homem com o Ambiente. Isto envolve local de moradia, de trabalho, a profissão, os hábitos(alimentação, fumo, drogas, etc.), os agrotóxicos, a qualidade da água, do ar, do solo, a poluição sonora, etc.

O principal objetivo da Medicina Ortomolecular é identificar, o mais precocemente possível, as consequencias das agressões ambientais que afetam o Homem ao longo de sua vida, para que medidas de intervenção clínica possam ser adotadas de forma a lhe proporcionar melhor saúde física e mental, com qualidade de vida.

Essa identificação é feita por meio de uma avaliação médica integrada das condições clínicas, emocionais, culturais e socioambientais do indivíduo.
 
A combinação da avaliação clínica, da poluição ambiental e de suas interações facilita a formulação de diagnósticos baseados em sintomas clínicos(onde a doença já está presente) e/ou subclínicos(onde os sinais e os sintomas são gerais e inespecíficos).